Casos%2520de%2520sucesso_edited_edited.png
Site-Inei-Inovação_edited.png

Conheça os nossos casos de sucesso!

Veja como o Q.D.I.® tem sido usado. 

 

Um breve histórico...

O Q.D.I.® tem sido aplicado em organizações públicas e privadas no mercado brasileiro e como ferramenta de pesquisas de mestrado e doutorado desde 2008.    O primeiro usuário do Q.D.I.® foi uma startup incubada no Instituto Genesis na PUC do Rio de Janeiro, seguida por várias outras empresas dos mais diversos setores e portes.     

Ao longo dos anos, o Q.D.I.® foi sendo modificado de forma a refletir as mudanças organizacionais, tecnológicas, mercadológicas e dos ecossistemas de empreendedorismo e inovação no Brasil.

Existem várias publicações nacionais e internacionais da idealizadora do Q.D.I.®, a profa. Ingrid Paola Stoeckicht, Ph.D, relatando como a ferramenta foi utilizada em pesquisas sobre a capacidade de inovar de organizações brasileiras.

Veja abaixo alguns Casos de Sucesso e Depoimentos dos Gestores que usaram o Q.D.I.®


Aqui mostramos 2 dos 4 gráficos de resultados do Q.D.I.® da plataforma antiga e nova, lançada em 2021.   Comentamos alguns pontos críticos restritivos à inovação nas organizações analisadas, depoimentos de alguns gestores que usaram  o Q.D.I.®, e mostramos como esta ferramenta  apoiou estas organizações a implementarem ações para alavancar a sua capacidade inovadora.


 Q.D.I.® para Médias e Grandes Organizações - Setor do Agronegócios

Screen Shot 2022-04-19 at 4.34.23 PM.png

Obs.: Ilustração da nova Plataforma do Q.D.I.®

Esta organização do setor do agronegócios realizou o diagnóstico de sua organização em fevereiro de 2022.  Aqui mostramos o gráfico de radar dos resultados, já usando a nova plataforma do Q.D.I.®.  Neste caso, a empresa adota quase 40% das 92 práticas que fomentam a inovação, e os gestores respondentes consideraram 73,29% das práticas analisadas como muito relevantes para desenvolver o potencial de inovar da organização. 

Verificamos que o nível de maturidade da governança para inovar é médio, o que é esperado dentro deste setor, uma vez que somente as líderes de mercado têm um processo de gestão da inovação sistêmico já implementado. Um ponto de atenção é que o indicador que teve menor pontuação foi o do papel das lideranças, que indica que esta organização precisa capacitar seus gestores para que a inovação se torne uma competência organizacional.  Isto é fundamental, porque o Q.D.I.® demonstrou que existe um alto nível de concorrência no setor e altas barreiras para inovar.  Veja no gráfico abaixo.

Screen Shot 2022-01-13 at 3.48_edited.jpg

Obs.: Ilustração da nova Plataforma do Q.D.I.®

Depoimento de um dos gestores respondentes (2022)

“Ao aplicar o  Q.D.I.® em nossa empresa, identificamos as principais boas práticas para fomentar a inovação e, de imediato, pudemos direcionar nossos esforços para a capacitação das lideranças e colaboradores para que os processos de inovação não se restrinjam à uma única área."  


 Q.D.I.® para Startups - Setor Saúde

Screen Shot 2021-05-23 at 1.11.26 PM.png

Obs.: Ilustração da nova Plataforma do Q.D.I.®

Esta startup é da área da saúde e foi fundada em  final de 2017. Aqui mostramos o gráfico de barras dos resultados do Q.D.I.® aplicado em março de 2021, já usando a nova plataforma do Q.D.I.®.  Verificamos que a startup adota 52.6% das práticas analisadas, o que indica que o nível de maturidade desta startup no quesito inovação é médio.

 

No entanto, avaliaram o nível de relevância das perguntas feitas em 100%, o que demonstra o alto grau de adesão do Questionário à realidade organizacional, tecnológica e mercadológica da startup.   Os resultados demonstram que a equipe empreendedora obteve a maior pontuação dos 14 indicadores avaliados, pois adotou um modelo de negócios pautado no desenvolvimento de parcerias estratégicas e na adoção de um modelo de inovação aberta, elementos propulsores para a inovação em seu negócio. 

 

No entanto, como fatores restritivos, esta startup enfrenta um alto nível de concorrência, não tem uma estratégia adequada para mitigar os efeitos da concorrência e oferece produtos e serviço de baixo grau de inovação.  Estes elementos tornam a startup pouco atraente para investidores e também afetam a viabilidade comercial de sua proposta de valor inovadora. 

A partir dos resultados obtidos pelo aplicação do Q.D.I.®, os gestores da startup adotaram ações de curto prazo para se reposicionar no mercado por meio de uma nova proposta de valor para o ecossistema da saúde no país.

Depoimento do CEO da startup em saúde (2021)

“O  Q.D.I.® retratou com muita exatidão o nosso cenário atual, os desafios que enfrentamos para tornar nosso negócio inovador e os pontos que devemos melhorar para melhorar a atratividade para eventuais investidores e aumentar nossa competitivdade”.


 Q.D.I.® para Organização Pública - Setor Saúde

Screen Shot 2021-02-20 at 17.22.48.png

Obs.: Ilustração da Plataforma antiga do Q.D.I.®

Este Q.D.I.® foi aplicado em uma organização pública na área da saúde ligada a uma universidade federal.    

Os respondentes consideraram 86% dos modelos e práticas de gestão analisadas como muito relevantes para alavancar a capacidade de inovação da instituição.  No entanto, mesmo estando ligados à uma universidade federal de ponta, adotavam somente 41% das práticas analisadas.  

Verificou-se que no indicador Papel das Lideranças, obtiveram pontuação "zero".  Apesar da inovação ser considerada crítica para a área da saude, os gestores não conheciam os modelos de gestão, estratégias, metodologias e recursos existentes e necessários para conduzir os processos de inovação na organização. Não gerenciavam adequadamente os recursos financeiros, tecnológicos e humanos de forma a fortalecer a competência da inovação em nível individual, de equipe e corporativo. 

Esta avaliação permitiu que a organização focasse sua atenção imediata na atuação das lideranças como promotores internos de inovação.

Depoimento do gestor-respondente da organização do setor de saúde (2014)

“O preenchimento do Q.D.I.® demonstrou itens que devem ser melhorados na organizaçào, e que ainda demandam um estudo mais aprofundado sobre as questões”.

 Q.D.I.® para Organização Privada - Setor Energia de médio porte

Screen Shot 2021-02-20 at 17.40.43.png

Obs.: Ilustração da Plataforma antiga do Q.D.I.®

Este Q.D.I.® foi aplicado em uma empresa de Pesquisa e Desenvolvimento de médio porte do setor de energia elétrica.  

Os gestores consideraram 74% dos modelos e práticas de gestão analisadas como muito relevantes para alavancar a capacidade de inovação da organização.  No entanto, adotavam somente 43% das práticas que fomentam a inovação. 

O ponto mais crítico verificado nesta empresa foi na adoção de Modelos de Trabalho colaborativos, apesar dos gestores terem avaliado este indicador como altamente relevante para alavancar a inovação em sua organização. 

Ficou evidente que a capacidade de inovar desta empresa de P&D era negativamente impactada pelo baixo nível de interação e cooperação interna e externa praticado pela organização. 

De forma a mitigar o impacto deste fator restritivo, a empresa modificou o layout de suas áreas de trabalho e promoveu várias atividades de integração de colaboradores e de gestão do conhecimento. 

Depoimento do gestor-sócio da organização

"O Q.D.I.® me fez pensar em diversas coisas sobre inovação. Estamos repensando nossas ações com bases mais claras voltadas para este assunto. Temos que planejar mais pensando nisto. A dificuldade de preencher foi realmente ter constado que a minha compreensão de inovação está muito defasada e atrasada". 

 Q.D.I.® para Organização Privada - Setor de construção civil de grande porte

Obs.: Ilustração da Plataforma antiga do Q.D.I.®

Screen Shot 2021-02-20 at 17.35.02.png

Este Q.D.I.® foi aplicado em uma empresa de de grande porte do setor de construção civil, e foi respondido por gestores de diversas áreas da organização.  Foi aplicado em março de 2012.

Os gestores consideraram 94% dos modelos e práticas de gestão analisadas como muito relevantes para alavancar a capacidade de inovação da organização.  Surpreenderam-se ao verificar que adotam somente 38% das práticas analisadas.

Apesar de considerarem a Comunicação Organizacional altamente relevante para alavancar a capacidade de inovar da organização, identificaram uma grande lacuna entre as práticas adotadas e a importância dadas pelos gestores a este indicador.

A partir desta análise os gestores priorizaram ações para melhorar a comunicação visando promover uma cultura inovadora.  Outros pontos críticos identificados foram os indicadores Estratégica e Visão Organizacional, e a adoção de modelos de trabalho colaborativo. 

Depoimento do gestor-respondente da uma empresa de grande porte, do setor de construção civil (2012)

"O  Q.D.I.® ajudou muito a refletir sobre os processos, práticas e ações que se precisa ter e não se tem, ou que se tem e não estão com o grau de relevância suficiente para sustentar uma estratégia de inovação”.

 
business-facebook-cover-10.png
OUTROS DEPOIMENTOS

Depoimento de Mauro Pacanowski, M. Sc. Executivo da Indústria Farmacêutica (2021)

"O Q.D.I.®  atende com excelência as necessidades e demandas do mercado. Muito bem elaborado,  didático, informativo e de fácil compreensão e tem largo alcance. Achei excelente a forma e conteúdo. É um marco para todas empresas que desejam priorizar a Inovação e espalhar  suas normas e diretrizes para toda equipe".