Screen Shot 2021-02-19 at 11.06.12.png

Descrição dos Indicadores do Q.D.I.®

O que cada indicador do Q.D.I.® irá medir?

O Q.D.I® irá analisar o desempenho de sua startup ou organização com relação à diversos indicadores considerados críticos para alavancar os processos de inovação organizacional.  Dependendo do Q.D.I® contratado, os indicadores serão diferentes.

Veja quais são os principais indicadores e o que medem.

1. Monitoramento do Ambiente
  • Avalia em que medida a organização monitora o ambiente externo para acompanhar o desenvolvimento de inovações em sua área de atuação e mercados adjacentes, para identificar novas oportunidades de negócios.

  • Avalia em que medida a organização se organiza para atender as oportunidades para inovar a partir de mudanças mercadológicas, demográficas, ambientais, sociais e no ambiente regulatório.

2. Gestão de Capital Financeiro 
  • Avalia em que medida a organização dispõe de um modelo de gestão financeira orientado à inovação.

  • Avalia em que medida a organização monitora e utiliza os incentivos fiscais e linhas de fomento oferecidas por agências/organizações públicas e/ou privadas  para seus  projetos de inovação.

3. Modelos de Negócios Inovadores
  • Avalia em que medida a organização adota modelos de negócios inovadores a partir de mudanças mercadológicas, demográficas, ambientais, sociais e no ambiente regulatório.

4. Gestão Criativa
  • Avalia em que medida a organização estimula a criatividade em nível individual, de equipe e organizacional,   promove a solução criativa de problemas e dispõe de sistemas de gestão de ideias de colaboradores internos e externos para a desenvolver inovações.

5. Gestão do Conhecimento para a Inovação
  • Avalia em que medida a organização identifica e desenvolve as Competências Essenciais e Conhecimentos Críticos para a inovação e foca nas competências para o futuro;

  • Avalia em que medida a organização gerencia o conhecimento crítico para a inovação;

  • Avalia em que medida a organização promove sua capacidade de aprendizagem visando atender novas demandas organizacionais e mercadológicas. 

  • Avalia em que medida a organização promove um ambiente de confiança para facilitar a troca, transferência de conhecimentos e alocação de competências visando alavancar sua capacidade de inovar.

6. Gestão Empreendedora
  • Avalia em que medida a organização oferece recursos estruturais e infra-estruturais para apoiar o empreendedorismo corporativo ou intra-empreendedorismo.

  • Avalia em que medida a organização interage com o ecossistema empreendedor inovador visando monitorar e desenvolver soluções inovadoras em sua área de atuação e mercados adjacentes.

7. Estratégia e Visão Organizacional
  • Avalia em que medida os direcionadores estratégicos promovem as ações necessárias para promover a inovação.

  • Avalia em que medida o propósito,  estratégias, missão, visão, valores, objetivos e metas organizacionais encontram-se orientadas à inovação e alinhados às estratégias organizacionais.

8. Estrutura Organizacional

  • Avalia em que medida a organização utiliza seus recursos estruturais e infra-estruturais para promover inovações.

  • Avalia em que medida a organização conta com uma estrutura formal para desenvolver soluções inovadoras.

9. Cultura  e Valores Organizacionais
  • Avalia em que medida a cultura e valores organizacionais promovem a inovação, o comportamento inovador e a atitude intra-empreendedora na organização.

  • Avalia em que medida a organização promove um ambiente facilitador à  inovação.

10. Comunicação Organizacional
  • Avalia em que medida a organização se utiliza dos sistemas de comunicação internos e externos para promover o acesso e integração de informações, conhecimentos e competências visando apoiar os processos de  inovação na organização.

  • Avalia em que medida a organização comunica para a empresa e parceiros sobre inovações & tendências nos mercados onde atua.

  • Avalia em que medida a organização busca comunicar ao mercado seu posicionamento inovador e geradora de valor para o cliente e a sociedade como um todo.

11. Gestão de Pessoas orientado à Inovação
  • Retenção de talentos: Avalia em que medida a organização adota práticas visando a retenção de colaboradores com o objetivo de alavancar o potencial de inovação na organização.

  • Recrutamento e seleção: Avalia em que medida a organização adota práticas inovadoras de seleção tanto interno, quanto externo,  e que contemplam a análise de habilidades técnicas e comportamentais (hard e soft skills) para a inovação, as principais competências para o futuro de seu negócio e o comportamento empreendedor e inovador.

  • Avaliação de Desempenho, Reconhecimento e Promoção:  Avalia em que medida os sistemas de avaliação de desempenho, reconhecimento e promoção contemplam o comportamento inovador, os conhecimentos críticos, as competências individuais e a capacidade de colaboradores contribuírem para a inovação na organização.

  • Capacitação para a  inovação:  Avalia em que medida os programas de capacitação oferecidos desenvolvem as habilidades necessárias para alavancar a capacidade empreendedora e inovadora, em nível individual, de equipe e organizacional e foca nas competências do futuro.

12. Papel das Lideranças
  • Avalia em que medida os gestores e líderes conhecem os modelos de gestão, estratégias, metodologias e os recursos existentes e necessários para conduzir os processos de inovação. e gerenciar carteiras de projetos inovadores;

  • Avalia em que medida os gestores e líderes promovem e gerenciam adequadamente os recursos organizacionais, de forma a fortalecer a competência da inovação no nível individual, de equipe e organizacional.

13. Gestão de portfólio e projetos inovadores
  • Avalia em que grau a organização dispõe de recursos estruturais e infra-estruturais para o gerenciamento de projetos inovadores, e adota   modelos de gestão e metodologias específicas para gerenciar projetos inovadores.

  • Avalia em que medida os gestores e líderes conhecem os modelos de gestão, estratégias, metodologias e os recursos necessários para gerenciar carteiras de projetos inovadores.

  • Avalia em que medida a organização obtém resultados tangíveis e intangíveis resultante de seus projetos de inovação.

14. Inovação Aberta
  • Inovação aberta: Avalia em que medida a organização utiliza recursos humanos, tecnológicos, financeiros e competências  existentes em sua ecossistema de relacionamentos externos,  e os utiliza para desenvolver inovações conjuntamente.

  • Gestão de parcerias estratégicas: Avalia em que medida a organização estabelece e gerencia acordos colaborativos com funcionários e parceiros externos de forma a desenvolver inovações.

  • Modelos colaborativos de trabalho:  avalia em que medida as diversas áreas da organização cooperam para desenvolver inovações, e adotam modelos de trabalho entre os colaboradores internos e externos, de forma a promover a interação necessária para apoiar os processos de inovação; e avalia o nível de maturidade das parcerias estratégicas necessárias para desenvolver o negócio inovador.

15. Gestão de Propriedade Intelectual
  • Avalia em que medida a organização conhece e adota os principais instrumentos de proteção de propriedade intelectual  como parte de sua estratégia de inovação.

  • Avalia em que medida a organização identifica e monitora patentes e outros registros de proteção às inovações desenvolvidas pela empresa, parceiros e  concorrência.

  • Avalia em que medida a organização protege as inovações desenvolvidas com colaboradores internos e parceiros de negócios, e adota modelos formais de PI para a inovação aberta.

  • Avalia em que medida a organização comercializa produtos patenteados e serviços registrados.

16. Gestão de Mídias Sociais

  • Avalia em que medida a organização busca construir e consolidar sua marca enquanto organização inovadora e geradora de valor para o cliente,  o mercado e a sociedade como um todo.

  • Avalia em que medida a organização monitora e usa as redes formais e informais e as mídias sociais para apoiar os processos decisórios e de gestão da inovação.

  • Avalia em que medida a organização busca competências complementares externas para projetos de inovação por meio das redes sociais.

17. Geração de Inovações 
  • Avalia em que medida a  organização  gerou inovações, de que tipo, em que grau e em qual período de tempo.

  • Avalia em que medida a  organização  gerou resultados tangíveis e intangíveis por meio das inovações desenvolvidas e comercializadas.

18. Barreiras à Inovação

  • Avalia em que medida existem barreiras à inovação nos mercados nos quais a organizçaão atua ou em mercados adjacentes.

  • Identifica os principais fatores restritivos à inovação, podendo  estas serem de caráter individual (comportamental), organizacional (estrutural, infraestrutural ou cultural), social, ambiental, mercadológico, regulatório,  micro e/ou macro-econômico ou concorrencial.

19. Governança para a inovação

  • Avalia o nível de maturidade do modelo de governança que  a organização tem voltada para o desenvolvimento de seu negócio inovador.

20. Gestão da Mudança

  • Avalia em que medida a organização adota programas para apoiar a incorporação de inovações dentro da organização.

  • Avalia em que medida a organização monitora e responde rapidamente à mudanças internas e externas.

21. Viabilidade do Negócio

  • Avalia o potencial de Escalabilidade, Replicabilidade, Viabilidade mercadológica, Tecnológica e Comercial de sua startup ou projeto de inovação.l

22. Nível de maturidade da startup ou projeto

  • Avalia em que estágio de maturidade o projeto/startup se encontra da ideia até a aceleração.

23. Gestão de equipe empreendedora

  • Avalia em que medida o projeto/startup conta com uma equipe empreendedora com as competências necessárias para desenvolver a inovação.

  • Avalia o nível de maturidade da equipe empreendedora para gerir o negócio.

24. Gestão de Risco para projetos de inovação

  • Avalia em que medida a organização ou startup adota ações para mitigar os riscos envolvidos em projetos inovadores.

25. Nível de Concorrência

  • Avalia qual o nível de concorrência existente e a capacidade da startup de mitigar os impactos da concorrência.

  • Avalia em que grau a proposta de valor de seu projeto/stratup pode ser rapidamente copiada pela concorrência.

26. Nível de atratividade para investidores

  • Avalia em que estágio de maturidade o projeto/startup se encontra para se qualificar a receber investimentos públicos e/ou privados.

27. Grau de inovação

  • Avalia o grau de inovações, se incremental, disruptivo e/ou radical, do portfólio de produtos, serviços e modelos de negócios da startup ou organização.

Deseja saber mais? Quer customizar um Q.D.I.® para sua organização? 

Entre em contato em contato@qdi.app ou agende um call conosco.